Video clínico

EXPLANTAÇÃO DE IMPLANTE MAL POSICIONADO NO SETOR ANTERIOR DA MAXILA E RECONSTRUÇÃO SIMULTÂNEA COM ENXERTO DE TECIDO CONJUNTIVO E MATRIZ MINERAL BOVINA ASSOCIADA A 10 % DE COLÁGENO

Você precisa estar logado para ver este conteúdo. Faça o Login para acessar.

Inicialmente, um dispositivo antirrotacional foi utilizado para explantar o implante mal posicionado no setor anterior da maxila. Após a remoção, a curetagem da região foi realizada com a utilização de uma cureta serrilhada delicada, e, posteriormente, a mensuração do defeito foi efetuada com a utilização de uma sonda. Com a utilização de tunelizadores, foi feito um retalho misto (espessura total na região de tecido queratinizado e dividido a partir da linha mucogengival-mucosa alveolar), garantindo espaço para a incorporação de um enxerto de tecido conjuntivo removido da região do palato, e também mobilidade no sentido coronal para tracionar o conjunto. Após a estabilização inicial do enxerto de tecido mole na região distal, o defeito foi preenchido com matriz mineral bovina embebida em 10% de colágeno, e, posteriormente, o enxerto foi suturado na região palatina, garantido um selamento completo da região. Suturas suspensórias apoiadas sobre o provisório finalizam a cirurgia, garantindo mobilidade coronal ao conjunto.