Videoaula

Reconstrução alveolar minimamente invasiva em defeitos alveolares extensos

Você precisa estar logado para ver este conteúdo. Faça o Login para acessar.

A presença de defeitos alveolares extensos representa um desafio clínico complexo, principalmente na zona estética. A cicatrização espontânea pode acarretar uma reabsorção óssea avançada, provocando sequelas como defeitos horinzontais e tridimensionais, que tem como alternativa cirurgias reconstrutivas com retalhos amplos (ROG, Sausage Technique, malhas de titânio, etc). O objetivo de realizar procedimentos minimamente invasivos neste tipo de defeito, é reconstruir as paredes alveolares perdidas sem elevação de retalhos, minimizando as distorções nos tecidos moles e com menor morbidade ao paciente.