Video clínico

Recobrimento radicular pela técnica do envelope modificado com aproximação apical

Você precisa estar logado para ver este conteúdo. Faça o Login para acessar.

Inicialmente foi realizado o preparo do envelope intrassulcular de espessura total com tunelizadores delicados, seguido da divisão apical do retalho com microlâminas. A descontaminação radicular foi então realizada com pontas ultrassônicas e foi feito condicionamento das superfícies radiculares com EDTA a 24% por 2 minutos, seguida da aplicação das proteínas derivadas da matriz do esmalte na superfície radicular. Foi realizada a estabilização do enxerto com suturas simples e também suturas na porção mais apical da recessão, visando à aproximação das bordas, reduzindo a área exposta do enxerto. Para complementar, suturas tipo suspensório modificadas foram realizadas para deslocamento coronal do enxerto e do retalho.